FC Porto 2-0 V. Setúbal

Marc(a) Janko num FC Porto com mais "Lucho"


Os dois reforços de inverno do FC Porto marcaram na tarde de estreia, garantindo o primeiro lugar do grupo e presença nas meias-finais da Taça da Liga.

porto v setu

O FC Porto recebeu e venceu, este domingo, o Vitória de Setúbal por 2-0, com golos de Lucho (24') e Janko (67'), em encontro da terceira jornada do Grupo D da Taça da Liga.

Última jornada da fase de grupos da Taça da Liga e ao FC Porto bastava um empate para garantir, evitando as matemáticas, o apuramento para as meias-finais.

Um desafio onde o FC Porto não podia vacilar mas mesmo assim vítor Pereira arriscou e "montou" um novo onze portista, com destaque para as presenças dos reforços de inverno Marc Janko no ataque e o médio Lucho González.

As novidades começaram logo na defesa, com apenas um habitual titular, o polivalente Maicon, que esta tarde jogou no eixo da defesa ao lado do francês Mangala. Nas laterais, dois brasileiros, Danilo no lado direito e Alex Sandro no lado oposto.

Os adeptos portistas ansiavam ver lado-a-lado João Moutinho e Lucho González e o treinador do FC Porto presenteou-os. O "trinco" Fernando completou o meio-campo dos azuis e brancos.

No ataque, outra novidade, com a inclusão do gigante austríaco Marc Janko como ponta de lança, contando com a ajuda de Cristian Rodríguez e Varela nos extremos.

Uma primeira parte completamente dominada pelo FC Porto - apenas dois lances de perigo por parte da formação sadina - onde o "El comandante" Lucho esteve em destaque por várias razões: Foi o jogador mais acarinhado ao longo do encontro pelos adeptos portistas, visivelmente satisfeitos pelo seu regresso ao Dragão, e porque bastaram 24 minutos para o argentino marcar com a nova camisola do FC Porto.

À entrada da grande área, Lucho parou a bola e rematou em arco para o canto superior esquerdo da baliza de Matos, que nada pôde fazer para parar o primeiro golo do ex-jogador do Marselha esta época.

Antes de terminar o primeiro tempo, Fernando teve de ser substituído, devido a lesão, pelo belga Defour.

Vítor Pereira voltou a mexer na etapa complementar, substituindo Cristian Rodríguez e Alex Sandro por James e Alvaro Pereira respetivamente para dar mais robustez à equipa.

É inegável o esforço de Marc Janko, ex-Twente, ao longo do tempo que esteve no relvado. O austríaco deu boas indicações a Vítor Pereira para apostas futuras, uma vez que o jogador soube movimentar-se dentro da grande área, local onde os adeptos portistas esperam que ele seja "Rei". 

No segundo tempo, Janko atrapalhou-se com a bola numa oportunidade clara de golo mas redimiu-se minutos mais tarde ao apontar o segundo golo do FC Porto. Aos 67 minutos, James cruzou tenso para pequena área onde apareceu Janko a encostar para o fundo das redes.

Com este triunfo, a equipa da cidade do Porto completa a fase de grupos só com vitórias, terminando em primeiro lugar com 9 pontos. FC Porto junta-se a Braga e Gil Vicente e aguarda pelo desfecho do Benfica - Marítimo para descobrir qual será o seu adversário na próxima fase, que se disputará a 21 de Março.

No outro encontro do Grupo D, o Paços de Ferreira venceu o Estoril por 0-1.

Recorde-se que na época passada o FC Porto não passou a fase de grupos, tendo sido travado pelo Gil Vicente, com um empate em Barcelos, tornando-se a única prova que André Villas-Boas falhou.


© ÓrbitanewsSport 2011