Surf

“Oscar” de Maior Onda do Ano projeta Portugal no mundo


O prémio de Maior Onda Surfada do Ano atribuído à vaga de 30 metros apanhada pelo havaiano Garret McNamara na Praia do Norte, Nazaré, projeta Portugal como destino de desportos aquáticos, diz o presidente da Empresa Municipal Nazaré Qualifica. 

surfonda

"Esta distinção projeta Portugal lá fora como um lugar ligado ao surf.  Dá a conhecer o potencial incrível do nosso mar e ajuda a capitalizar a  imagem do país no exterior, de um Portugal moderno, ajudando a atrair turistas",  disse hoje à agência Lusa Miguel Sousinha, presidente da Empresa Municipal  Nazaré Qualifica. 

O responsável realçou que este prémio é "a cereja no topo do bolo" do  projeto que decorre desde 2010 e que visa apurar o potencial das ondas da  Nazaré para receberem um campeonato do mundo de ondas grandes. 

"Vamos avançar com esta prova já em 2012 e dar continuidade ao projeto",  afirmou, avançando que a Nazaré Qualifica "tem uma parceria quase fechada  com a Red Bull (marca de bebidas energéticas) para o patrocínio de um evento  que trará os melhores surfistas de ondas grandes do mundo para a cidade".

Segundo Miguel Sousinha, ainda está a ser decidido se este campeonato  será realizado anual ou bianualmente, dependendo de vários fatores, entre  os quais os apoios que a Nazaré Qualifica consiga reunir. 

A Praia do Norte, na Nazaré, foi hoje galardoada com o prémio de Maior  Onda Surfada do Ano, do Billabong XXl Big Wave Awards, uma espécie de óscares  do surf. 

Na gala desta madrugada, que decorreu no Grove Theater de Anaheim, no  Canadá, a organização distinguiu a onda surfada por Garret McNamara, numa  iniciativa de promoção à Praia do Norte, registada em vídeo pelo norte-americano.

Em inícios de novembro do ano passado, McNamara surfou numa onda estimada em cerca de 30 metros (78 pés), o equivalente a um prédio de dez andares.


© ÓrbitanewsSport 2011