Rali da Suécia

Piões atrasam Araújo no dia de Latvala


Durante as noves classificativas da primeira etapa, Armindo Araújo não conseguiu evitar um serie de piões que o impediram de rodar numa posição mais próxima do “top-10”.

mini araujo

O piloto português Armindo Araújo (Mini) fechou na 14.ª posição a primeira etapa do Rali da Suécia, num dia em que o protagonismo coube aos pilotos nórdicos, com o finlandês Jari-Matti Latvala a assumir a liderança.

Durante as noves classificativas da primeira etapa, Armindo Araújo não conseguiu evitar um serie de piões que o impediram de ficar numa posição mais próxima do “top-10”.

«Este não é claramente o nosso terreno de eleição, mas temos lutado para conseguir andar num bom ritmo. Na quinta especial perdemos muito tempo devido a um pião e nas três primeiras especiais da tarde também não conseguimos evitar que isso acontecesse. Arriscámos um pouco mais em algumas classificativas e cometemos pequenos erros que logicamente se refletem no cronómetro», disse o piloto português.

Apesar de ter rodado longe dos primeiros, Araújo fez um balanço positivo do segundo dia da segunda prova do Mundial, considerando que o Mini tem-se mostrado «cada vez melhor» e revelando que está confiante de que vai atingir um bom resultado.

Num dia dominado pelos nórdicos, o finlandês Jari-Matti Latvala (Ford) assumiu a liderança à frente do seu compatriota Miko Hirvonen (Citroen), que está a 16,8 segundos, e do norueguês Petter Solberg (Ford), que demorou mais 18,6 segundos.

Fora da luta pela vitória parece estar o francês Sebastien Loeb (Citroen), campeão mundial, que está em sétimo, a dois minutos, depois de ter ficado preso num monte de neve no antepenúltimo troço do dia. O dia foi negro também para o anterior líder, Dani Sordo (Mini), que abandonou por problemas mecânicos.

Na segunda etapa do Rali da Suécia, os pilotos terão de ultrapassar oito especiais de classificação, entre a saída de Karlstad e o regresso ao Parque Fechado.


© ÓrbitanewsSport 2011