Mundial Rali 2012

Loeb à procura do nono título


A maior novidade do calendário deste ano passa pelo regresso do histórico Rali de Monte Carlo, em substituição da Jordânia e após três anos de ausência.


O octocampeão Sébastien Loeb parte para o Mundial de ralis de 2012 na familiar condição de piloto a bater, num ano em que as alterações regulamentares procuram contrariar o desinteresse crescente pela disciplina e promover o regresso ao passado.

loeb

Face à supremacia demonstrada pela Citroen e ao desinvestimento feito pela rival Ford, o campeão do Mundo dos últimos oito anos poderá encontrar nas mexidas nos regulamentos o principal obstáculo ao assalto ao nono título mundial consecutivo, ainda que nem isso pareça suscetível de travar o passeio triunfal do francês.

A alteração mais radical nas regras do campeonato de 2012, que volta a ter passagem por Portugal, entre 29 de março e 01 de abril, passa pela introdução de treinos livres e de qualificação no “shakedown” de ralis de terra, à semelhança da Fórmula 1, que permitirá ao piloto mais rápido escolher a posição em que pretende arrancar para o primeiro dia de prova.

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) quer pôr um travão nos ardis utilizados pelos pilotos para evitarem o inconveniente de abrir a estrada, penalizando ou atrasando-se propositadamente, mas a medida arrisca-se a ter efeito apenas no dia inaugural, uma vez que nos restantes vai passar a aplicar-se a ordem invertida de partida relativamente à classificação da prova.

Mais eficaz no sentido de promover o espetáculo pode ser a ideia preconizada pelo francês Jean Todt, presidente da FIA, de fazer a disciplina regressar aos tempos em que os ralis se prolongavam por vários dias e tinham uma extensão muito superior. O México e a Argentina serão balões de ensaio deste regresso ao passado, mas a tendência é para os outros eventos também aumentarem a quilometragem.

A maior novidade do calendário deste ano passa pelo regresso do histórico Rali de Monte Carlo, em substituição da Jordânia e após três anos de ausência, que terá honras de abertura do campeonato do Mundo, enquanto o Rali de Portugal será a quarta prova, “encaixado” entre o México e a Argentina.

No capítulo desportivo, Loeb parte como incontestado favorito à revalidação do título mundial, uma vez que dispõe do carro mais competitivo (Citroen DS3 WRC) e porque deverá encontrar menos oposição interna por parte do finlandês Mikko Hirvonen do que aquela que conheceu em 2011.

Principal adversário de Loeb nos últimos anos, Hirvonen, vice-campeão mundial em 2008, 2009 e 2011, parece cada vez mais rendido à superioridade do francês, trocando a posição de chefe de fila na Ford pelo mais do que provável estatuto de segundo piloto na Citroen.

A marca norte-americana esteve em vias de abandonar a competição, mas vai apresentar-se na linha de partida com o Fiesta WRC, mesmo com um orçamento mais reduzido, tendo o finlandês Jari-Matti Latvala como inquestionável primeiro piloto, apoiado pelo veterano norueguês Petter Solberg.

O Mini JCW WRC, aperfeiçoado no campeonato do ano passado pelo português Armindo Araújo, perfila-se como a terceira força em 2012 (mesmo correndo o risco de sofrer dos tradicionais problemas de juventude), contando com a irreverência do espanhol Dani Sordo para dar luta à Citroen e à Ford, especialmente nas provas em piso de asfalto.

Armindo Araújo, bicampeão mundial de Produção em 2009 e 2010, volta a sentar-se ao volante do Mini e, apesar de dificilmente poder beneficiar das evoluções que serão colocadas à disposição de Sordo, está confiante de que poderá terminar regularmente entre 10 primeiros classificados.

O Campeonato do Mundo de ralis de 2012 arranca na quarta-feira, em Monte Carlo, prolongando-se até 11 de novembro, último dia do Rali de Espanha, ao longo de 13 provas, 10 das quais na Europa, situação que Jean Todt pretende ver alterada no futuro, distribuindo a competição por outros continentes.

Calendário do Mundial de ralis:
17-22 jan: Rali de Monte Carlo.
09-12 fev: Rali da Suécia.
09-11 mar: Rali do México.
29 mar-01 abr: Rali de Portugal.
27-29 abr: Rali da Argentina.
25-27 mai: Rali da Acrópole (Grécia).
22-24 jun: Rali da Nova Zelândia.
02-05 ago: Rali da Finlândia.
24-26 ago: Rali da Alemanha.
13-16 set: Rali da Grã-Bretanha.
04-07 out: Rali de França - Alsácia.
18-21 out: Rali de Itália.
08-11 nov: Rali de Espanha.


© ÓrbitanewsSport 2011