Sporting 1-0 Manc. City

Calcanhar de Xandão "enterra" Manchester City


Leões surpreendem em Alvalade com exibição personalizada. Xandão marca de calcanhar num jogo em que o resultado podia ter sido mais dilatado.

spo manc

O Sporting venceu, esta quinta-feira, o Manchester City por 1-0, em jogo da primeira mão dos oitavos-de-final da Liga Europa. Xandão foi o autor do golo leonino na melhor exibição do Sporting desde que Sá Pinto assumiu o cargo de treinador.

Num jogo que se previa de dificuldade máxima, Ricardo Sá Pinto apostou na inclusão de Daniel Carriço no onze inicial, para substituir o lesionado Rinaudo, enquanto Roberto Mancini deixou Nasri e Balotelli no banco.

No regresso de uma equipa de Manchester a Lisboa, foi o Sporting quem desde logo procurou o golo. Aos 3' minutos, Joe Hart sai da área para cortar um lance com a cabeça, e a bola sobra para Schaars. O médio holandês tenta o remate de muito longe mas a bola acabou por sair ao lado do poste esquerdo.

spo--man

O Sporting entrava bem no jogo e João Pereira, aos 9' minutos, testou os reflexos de Joe Hart com um grande remate dentro da área. O guardião inglês fez uma defesa apertada e na recarga Schaars remata ao lado do poste esquerdo.

A equipa de Mancini mostrava-se muito passiva na disputa de bola, jogando no erro do adversário. Aos 11' minutos, o Manchester City esteve perto do golo mas Rui Patrício opôs-se com o pé direito ao cabeceamento de Kolo Touré que levava selo de golo.

O Sporting responde então aos 15' minutos com outro remate perigoso de João Pereira, mas a bola acabou por sair ao lado do poste esquerdo. O Manchester City jogava a passo e muito calculista no posicionamento dos seus jogadores, obrigando o Sporting a subir o seu bloco.

Aos 24' minutos, Barry remata de fora da área com muito perigo mas a bola acabou por sair junto ao poste direito de Rui Patrício.

A equipa leonina jogava descomplexada e sem temer o perigo eminente dos jogadores mais avançados do Manchester City. Matías Fernandez tenta inaugurar o marcador aos 34' minutos, mas a pontaria do chileno não foi a melhor, com a bola a sair por cima. Minutos depois foi a vez de Carriço tentar a sua sorte de longe e arrancar muitos aplausos das bancadas, apesar do remate para fora.

Ao intervalo o resultado mantinha-se em 0-0 apesar da excelente réplica da equipa leonina.

spo---man

No arranque da segunda parte, o Manchester City tentou aumentar a sua intensidade de jogo e logo aos 47' minutos de jogo David Silva remata por cima da barra, após cruzamento de Kolarov na esquerda, dando sinal de que a equipa inglesa estava disposta a fazer estragos.

Mas quem acabou por fazer estragos foi o Sporting que aos 51 minutos de jogo inaugura o marcador por intermédio do calcanhar de Xandão. Na sequência de um livre indireto de Matías Fernandez, o central brasileiro marca de calcanhar na recarga a duas defesas de Joe Hart.

Na resposta ao golo, Aguero criou perigo na esquerda com um remate que Rui Patrício defendeu bem para canto. O Manchester City corria contra o prejuízo mas encontrou muitas dificuldades para ultrapassar uma equipa do Sporting motivada pela vantagem e pelo apoio efusivo do seu público nas bancadas.

Aos 59' minutos, Kolarov remata com o pé esquerdo e a bola sai muito perto do poste esquerdo. Sá Pinto lança de seguida Pereirinha e tira Izmailov. Mancini coloca em jogo Nasri e retira Barry.

O Sporting apresentava-se melhor em Alvalade e podia ter dilatado a vantagem aos 62' minutos de jogo por Ricky Van Wolfswinkel. O avançado holandês em excelente posição dentro da área rematou para grande defesa de Joe Hart, após cruzamento na esquerda de Insúa.

O Manchester City começou então a chegar mais perto da grande área de Rui Patrício mas sem grande resultado objetito. Primeiro por Kolarov, aos 69' minutos, num cruzamento-remate que ainda embateu na barra e depois Xandão com um corte providencial aos 89' minutos a negar o golo a Aguero, quando o argentino se preparava para igualar o marcador.

Já nos descontos, Carrilo muito rápido pela direita efectua um excelente cruzamento mas Wolfswinkel não chegou a tempo.

Com este resultado, o Sporting parte para o jogo da segunda mão em vantagem.


© ÓrbitanewsSport 2011