FC Porto 1-2 Man City

Balde de água fria no Dragão

porto man3

Golo da vitória dos "citizens" foi marcado aos 85 minutos por Aguero.

O FC Porto perdeu, esta quinta-feira, por 1-2 com o Manchester City, em desafio da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa. disputado no Estádio do Dragão. Segunda mão está agendada para a próxima quarta-feira, em Manchester.

Os Dragões foram para o intervalo a vencer por 1-0 mas o auto-golo de Alvaro Pereira (55') e o tento de Aguero [85'] selaram a vitória dos "citizens" no Estádio do Dragão. FC Porto tem a continuidade na "sua" Liga Europa em risco.Vítor Pereira promoveu os regressos de Rolando na defesa e James no ataque portista, tendo o colombiano atuado ao lado de Varela e com Hulk como ponta de lança.

porto man1

O FC Porto entrou muito forte no desafio da Liga Europa, prova que venceu na época passada, tendo dominado por completo na primeira parte perante um Manchester City, líder do campeonato inglês, que se apresentou inicialmente no Estádio do Dragão com uma postura muito defensiva.

O único momento menos risonho do FC Porto durante a primeira parte foi quando Danilo se lesionou num lance dividido com o internacional Touré. O defesa brasileiro saiu do campo em maca. Vítor Pereira foi obrigado a mexer na equipa, colocando Mangala no eixo da defesa e empurrando Maicon para o lado direito.

porto man2

Destaque para as excelentes intervenções de Helton antes do golo portista, apontado por Silvestre Varela aos 27 minutos, após passe de Hulk no corredor esquerdo. O internacional português foi mais imponente que os defesas dos ingleses e conseguiu introduzir a bola na baliza de Hart, levando os cerca de 48 mil espectadores ao delírio no Estádio do Dragão.

Na segunda parte, os comandados por Roberto Mancini entraram com outra atitude mas, mesmo assim, teve de ser o FC Porto a marcar na própria baliza para os ingleses empatarem no Dragão.

Aos 55 minutos, Alvaro Pereira, pressionado por Balotelli, desviou a bola de cabeça para o fundo das redes da baliza defendida por Helton, após cruzamento largo do Touré.

Kléber ainda entrou para ajudar a equipa mas foi o Manchester City que marcou. Nos últimos minutos do encontro, a equipa portuguesa mostrou-se desconcentrada, principalmente a defesa, e Sergio Aguero, que tinha entrado para o lugar de Balotelli apontou o golo da vitória dos ingleses. Touré entrou na área, depois de uma recuperação de bola a meio campo, e assistiu Aguero, que, sem marcação, só teve de encostar.


© ÓrbitanewsSport 2011