José Mourinho

José Mourinho diz que "vitórias têm muitos pais, a derrota só tem um"


O treinador português do Real Madrid, José  Mourinho, afirmou hoje que os triunfos "têm muitos pais" e os desaires "só  um", referindo-se a si próprio, após nova derrota diante do FC Barcelona.

mourinho-m

O técnico dos "merengues" elogiou ainda as prestações dos portugueses  Cristiano Ronaldo, Pepe e Ricardo Carvalho, na derrota caseira (2-1), a  contar para a primeira "mão" dos quartos de final da Taça do Rei de Espanha  de futebol. "Sou eu o responsável pela minha equipa, principalmente quando perde.  As vitórias têm muitos pais, a derrota só tem um, que sou eu. Aceito-o como  uma coisa do futebol", afirmou Mourinho. em conferência de imprensa. 

 O treinador da equipa madrilena destacou Cristiano Ronaldo, autor do  único tento dos anfitriões, aos 11 minutos, como "o melhor jogador da equipa",  e Pepe, pelo "muito trabalho", adiantando ter de "ver se se passou alguma  coisa" quando confrontado com agressão do internacional luso ao argentino  Messi. "Jogaram os dois muito bem. Gente que joga muito bem normalmente é que  não foi tão bem. Não foi por Altintop nem Carvalho que perdemos o jogo",  disse, referindo-se às apostas surpresa na defesa. 

Mourinho resumiu, depois: "Uma equipa que quer ganhar ao FC Barcelona,  não pode sofrer golos de bola parada". 

"Não esperava sofrer um golo de bola parada no início do segundo tempo,  quando estava a ganhar por 1-0. Na segunda parte, tentámos acabar com alguns  erros que vínhamos cometendo", lamentou, referindo-se ao tento do empate,  marcado por Puyol, num pontapé de canto, aos 49 minutos. 

O francês Abidal, aos 77, estabeleceu o 2-1 final favorável ao "Barça",  que vai receber o Real Madrid a 25 de janeiro, na segunda mão dos "quartos". 


© ÓrbitanewsSport 2011