V.Guimrães 0-2 Marítimo

Marítimo coloca Vitória de Guimarães fora de prova


Jogo de pouca qualidade deu em vitória dos insulares, que estão praticamente apurados para a próxima fase da Taça da Liga.


maritimo vit

O Marítimo foi esta noite ao Estádio D. Afonso Henriques eliminar o Vitória de Guimarães da Taça da Liga, ao derrotar os vimaranenses por 2-0 em jogo da segunda jornada do grupo B.

As duas equipas vinham de resultados distintos na primeira ronda e, por isso, tinham objetivos diferentes: os insulares venceram na primeira jornada o Santa Clara e esta noite procuravam um passo decisivo rumo ao apuramento, ao passo que o Vitória procurava os primeiros pontos na prova depois da derrota pesada por 4-1 frente ao Benfica na primeira jornada.

No entanto, na primeira parte, as duas equipas mostraram pouca aptidão na procura da baliza adversária e apenas em dois lances houve algum perigo e o golo esteve perto:

Aos 12’, o Marítimo esteve perto de desfazer o nulo, mas Pouga, após desmarcação, rematou contra Douglas Jesus, que entretanto tinha saído dos postes.

Já a poucos minutos do intervalo, Faouzi, lançado em profundidade, recebeu a bola e rematou de pronto, mas acertou na malha lateral.

Na segunda parte a equipado Vitória de Guimarães tomou conta de jogo, mas apesar do maior tempo de posse de bola, foi o Marítimo quem acabou por chegar à vantagem num lance em que a defesa do Vitória se mostrou demasiado apática a reagir à investida dos insulares.

Jogada pela direita do ataque maritimista, com o corte de um defesa a colocar a bola em Danilo Dias, que rematou para defesa apertada de Douglas Jesus, que no entanto não evitou a recarga de Tchô, à boca da baliza.

Já nos minutos finais, Danilo Dias sentenciou o jogo num lance de contra ataque em que aparece na área a finalizar um cruzamento do lado esquerdo do ataque madeirense.

Com este resultado, o Marítimo soma agora seis pontos no grupo B, enquanto o Vitória de Guimarães tem zero pontos e está afastado da luta pelo apuramento, que deverá ser decidido entre os madeirenses e o Benfica.


© ÓrbitanewsSport 2011