V. Guimarães 1-0 Marítimo

Marítimo cai na cidade berço

O Vitória de Guimarães bateu hoje em casa o Marítimo por 1-0, no jogo que encerrou a ronda de sábado da 21.ª jornada da primeira liga de futebol, impedindo os madeirenses de se isolarem no quarto lugar.

maritim--

Um golo de Edgar deu hoje ao Vitória de Guimarães o triunfo sobre o Marítimo (1-0), na 21.ª jornada da Liga de futebol, reduzindo para seis pontos a diferença para o quinto e quarto lugares.

O décimo golo do ponta-de-lança brasileiro (73) no campeonato desempatou uma partida muito equilibrada e dá ao Vitória três preciosos pontos que lhe permitem encurtar distâncias para Marítimo e Sporting (quinto e quarto classificados, ambos com 38 pontos), "leões" que são o próximo adversário dos minhotos.

O Vitória vinha de um abalo psicológico considerável após ter sido goleado pelo rival Sporting de Braga na última jornada e esses efeitos fizeram-se sentir nos jogadores que se mostraram pouco confiantes em assumir qualquer risco.

O Marítimo, que não aproveitou a derrota do Sporting na véspera e desperdiçou a oportunidade de se isolar no quarto posto, entrou melhor no jogo graças a um jogo muito rendilhado a meio campo e fazendo uso da velocidade de Sami pela esquerda, mas sem criar grandes situações de perigo.

maritimo--a

O Vitória demorou a equilibrar a contenda mas, aos 27 minutos, Edgar não chegou por muito pouco a um excelente centro de Urreta e, na sequência do lance, Nuno Assis rematou cruzado, mas Salin defendeu bem.

Pouco depois (31), Urreta desperdiçou a melhor oportunidade para marcar na primeira parte, preferindo (tentar) dar de calcanhar, mas não chegando sequer a tocar na bola, após boa assistência de Alex.

O segundo tempo começou com uma excelente oportunidade para o Vitória inaugurar o marcador, mas Toscano, isolado por Edgar, rematou muito por cima (56).

A meio da segunda parte, os treinadores mexerem nas equipas, entrando Barrientos para o lugar de João Alves na equipa da casa e Danilo Dias para o de Pouga no Marítimo, mas o jogo pouco se alterou, continuando muito "mastigado" a meio campo e com intensidade nula, parecendo que as equipas estavam satisfeitas com o empate.

Contudo, aos 73 minutos, o Vitória chegou ao único golo da partida, num lance que começou num lançamento lateral de Alex, Toscano assistiu rapidamente Edgar que, de primeira, rematou sem hipóteses de defesa para Salin.

Na última jogada do encontro (90+3), já com o Marítimo reduzido a 10 jogadores por expulsão de Roberge (90), Edgar, completamente isolado, falhou incrivelmente o segundo golo, após um rápido contra-ataque conduzido por Paulo Sérgio. 


© ÓrbitanewsSport 2011