Sporting de Braga

Sporting de Braga tem "história" a favor para conquistar título

Em nenhuma das últimas 12 temporadas a diferença pontual entre o trio da frente foi tão curta.

scbraga--

O Sporting de Braga, líder da Liga de futebol, tem a seu favor a história recente para chegar ao título, com os números dos últimos 12 anos a mostrarem que o comandante a seis jornadas do fim se sagrou sempre campeão.

Com as três equipas da frente separadas por dois pontos, a presente edição da liga é a mais competitiva do século XXI, mas também aquela com mais jogos “grandes” por disputar.

O Sporting de Braga tem até ao final da prova três jogos de elevado grau de dificuldade, com uma visita ao Benfica, atual terceiro classificado, uma receção ao FC Porto, segundo da tabela, e uma deslocação a Alvalade, na última ronda da prova.

Já fora da corrida, a 14 pontos da liderança, o Sporting poderá ter influência na decisão do campeão, uma vez que defronta as três equipas da frente.

Os números das últimas 12 épocas, seis das quais foram disputadas por 18 equipas, mostram que o líder do campeonato a seis jornadas do final nunca deixou fugir o título, com o FC Porto a conquistar sete, o Benfica dois, e Sporting e Boavista um cada.

No entanto, em nenhuma das últimas 12 temporadas a diferença pontual entre o trio da frente foi tão curta.

Na época 2006/07, e com seis jornadas por disputar, o FC Porto comandava com 56 pontos, mais três do que o Benfica, segundo, e mais quatro do que o Sporting, terceiro, numa altura em que o único jogo “grande” por disputar era um “derby” lisboeta.

Em 2004/05, época na qual colocou um ponto final num “jejum” de 11 anos, o Benfica comandava a prova à jornada 24, com três pontos de vantagem sobre Sporting e Sporting de Braga, numa altura em que estavam por disputar um “derby” de Lisboa e uma visita dos “arsenalistas” a Alvalade.

Há dois anos, quando o Benfica interrompeu uma série de quatro títulos consecutivos do FC Porto, o Sporting de Braga esteve na luta pelo título até final, terminando a prova na segunda posição, a cinco pontos dos “encarnados”.

Na época seguinte, os “arsenalistas” voltaram a surpreender e, depois de serem afastados na fase de grupos da Liga dos Campeões, chegaram ao jogo decisivo da Liga Europa, no qual foram derrotados pelo FC Porto, numa inédita final portuguesa.

Para chegarem a um inédito título de campeões nacionais, os "guerreiros do Minho" têm os números a seu favor, mas são também os que têm o calendário previsivelmente mais complicado até final, com duas deslocações a Lisboa - Benfica e Sporting, estes na última jornada - e uma receção ao FC Porto.


© ÓrbitanewsSport 2011