Sporting 5-0 V. Guimarães

Mão cheia de heróis de pé quente


Goleada em Alvalade. Foram quatro os heróis desta noite, com destaque para o regressado Jeffren, a bisar em pouco menos de cinco minutos.

Noite alucinante para o Sporting. Os leões mostraram garra no jogo com o Manchester City, na quinta-feira, e imbuído desse espirito, voltou a exibir-se bem frente ao Vitória de Guimarães, que goleou por 5-0, no jogo que encerrou a 22ª jornada.

Num estádio repleto de mulheres, sob o lema Mulheres com Garra, Wolfswinkel, Matías, Izmailov e Jeffren, a bisar, foram os heróis do encontro que marcou o regresso dos leões às vitórias na Liga, que na última jornada perderam em Setúbal. O holandês já não marcava há 12 jornadas, o mesmo que dizer, desde o ano passado. 6 de novembro de 2011, no 3-1 à União de Leiria. Jeffren há um mês e meio que não tocava na bola.

O Sporting entrou melhor e Wolfswinkel até podia ter feito melhor logo aos quatro minutos. Grande passe de calcanhar de Matias a isolar o holandês que permitiu a defesa ao guardião vimaranense.

spor 5

Não foi aos quatro, acabou por ser aos 21’.Grande passe de Matías Fernandez, para o holandês inaugurar o marcador em Alvalade. A reação dos minhotos aconteceu aos 30’, com João Alves a permitir grande defesa a Rui Patrício. E foi só.

Até ao final da primeira parte, os leões continuaram ‘donos e senhores’ do jogo e a aguentar bem a magra vantagem, com destaque para um potente remate de Capel para Nilson se opor a alto nível.

À entrada para os últimos 45 minutos, o Vitória de Guimarães ganhou gás e procurava o empate, conseguindo ter posse de bola e sediar-se no meio campo verde e branco. 

Mas como o futebol é imprevisível, o melhor jogador do Sporting em campo acabou por ver o seu esforço coroado com um golo. Aos 50’, o chileno aproveitou da melhor forma uma falha da defesa minhota para ampliar a vantagem.

Com o Vitória de Guimarães sem grandes ideias, salvo a arrancada alucinante de Urreta, aos 59’, do meio campo até à grande área e a oferecer a Edgar, que atirou ao lado, foi o Sporting a aproveitar. Primeiro Izmailov, talvez o jogador mais aplaudido quando saiu, a dar o melhor seguimento a uma grande penalidade conseguida por falta sobre Wolfswinkel, e depois Jeffren, que entrou para o lugar do russo, a fazer um grande golo. O espanhol regressou esta noite à competição, um mês e meio depois, estreando-se com Sá Pinto.

E não ficou por ai. A poucos minutos do final, o camisola 17, com pé quente esta noite, fez o 5-0. Bom passe de Elias e Jeffren rematou rasteiro e cruzado.


© ÓrbitanewsSport 2011