Sporting 2-0 Beira-Mar

Quem não tem goleador caça com Onyewu


O Sporting venceu esta tarde o Beira-Mar por 2-0 e pôs um ponto final numa série de seis jogos sem ganhar. Foi a primeira vitória dos leões em 2012, num jogo com o cunho goleador de Onyewu.

onyewu---

O estádio de Alvalade encheu esta tarde para ver o Sporting regressar às vitórias, com o 2-0 ao Beira-Mar, em jogo da 17ª jornada da Liga. Um resultado inédito face aos anteriores seis jogos, num horário pouco habitual nos dias que correm - 17h00.

Com um estádio praticamente cheio em tempo de crise, fica a questão: porque é que não se fazem mais jogos à tarde?

Para o jogo com o Beira-Mar, Domingos Paciência voltou a mexer na equipa, destacando-se o regresso de Ribas à titularidade. Já Rui Bento apostou numa estratégia de contenção e contra-ataque, apoiando-se na sólida defesa aveirense, que entrava em ação como a segunda menos batida da Liga, a par de Sporting e Benfica (14 golos sofridos).

Com 38405 espetadores em Alvalade, as bancadas vibravam com a festa de muitas famílias, mas o jogo começou com um ritmo baixo. Quem começou por agitar o jogo até foram os aveirenses com um remate de Artur ao lado, logo no primeiro minuto. No entanto, Insúa respondeu com um 'tiro' de longe aos 4', para boa defesa de Jonas.

Sem grandes oportunidades de golo, curiosamente nem foi preciso esperar muito pelo primeiro golo do Sporting. Aos 16', Onyewu subiu mais alto do que toda a gente e desviou de cabeça um canto de Jéffren.

O golo leonino confirmou o maior domínio territorial, ao qual só faltava maior acutilância perto da área aveirense. Sem o goleador Wolfswinkel ou o polémico Bojinov, e com Ribas ainda em fase de adaptação, o Sporting caçou uma vez mais com o seu 'gigante' norte-americano. Novamente de canto, novamente um cabeceamento certeiro do 'Capitão América'. Estava feito o 2-0 aos 26' e a festa regressava definitivamente a Alvalade.

O Beira-Mar tentava transições rápidas e diretas para o ataque, mas aos homens da frente faltava sempre a clarividência no último passe. Rui Patrício quase não teve trabalho hoje.

Após o intervalo, Domingos Paciência rapidamente fez sair Jeffren e Renato Neto e o Sporting geriu o jogo longe da sua área, procurando o terceiro golo. Apesar de ainda ter visto Zhang atirar à trave, o Beira-Mar raramente foi ameaça e os leões poderiam ter dilatado a vantagem em inúmeras ocasiões. Houvesse outro Onyewu hoje no ataque e talvez se registasse uma goleada em Alvalade. Porém, o resultado não mais se alterou.

O Sporting consegue assim a sua primeira vitória em 2012, deixa o Braga sob ressão na luta pelo terceiro lugar e volta a estar a 13 pontos do líder Benfica.


© ÓrbitanewsSport 2011