Sporting

Godinho Lopes diz que classificação da Liga é uma mentira

Presidente do clube leonino pede respeito ao clube de Alvalade

Godinho Lopes, presidente do Sporting, considerou hoje que no campo da arbitragem se «extravasou daquilo que seria normal relativamente ao respeito pelo clube», nos últimos tempos, e que não existe «verdade» na classificação atual da Liga de futebol.

«Haja respeito pelo nosso desempenho dentro de campo», pediu Godinho Lopes, em entrevista à RTP, considerando que o clube vai continuar a defender os valores do "fair play", da verdade desportiva e que é contra a xenofobia, reiterando por outro lado que os árbitros continuam a ser «bem-vindos a Alvalade».

O presidente “leonino” comentou o seu primeiro ano à frente do clube reforçando que os resultados globais deverão ser avaliados após os três anos do mandato, quando deverá estar encontrado um novo acionista minoritário - mas a «primeira indicação será à CMVM, quando houver novidades» - e o Sporting de novo a «lutar pelo primeiro lugar».

«Não estou satisfeito, como é evidente, com a classificação na Liga», admitiu, reforçando no entanto que a diferença mais estreita para o primeiro lugar e as campanhas na Taça de Portugal e Liga Europa projetam um quadro mais positivo que há um ano.

Godinho Lopes evitou falar de reforços ou vendas de jogadores para a próxima época - «gosto de apresentar soluções depois de assinadas» - admitindo porém que se está a trabalhar para a renovação de Rui Patrício e que em janeiro o Sporting «informou» o PSV do «interesse» pelo marroquino Labyad.

Ricardo Sá Pinto, o atual treinador “leonino”, mereceu-lhe elogios claros, por ser uma «pessoa agregadora, que consegue motivar» e que persegue «uma série de valores ligados ao Sporting». O contrato com o técnico foi firmado até ao final de 2013, «para se mostrar que não fazemos contratos a seis meses».

Quanto ao anterior treinador, Domingos Paciência, evitou explicar em concreto os motivos do afastamento. «Disse-lho, olhos nos olhos», referiu, mas por agora em termos públicos não pretende adiantar pormenores.

De qualquer forma, Domingos Paciência é «um bom profissional, com caráter», com Godinho Lopes a acreditar «na sua competência e qualidade». «Voltaria a escolhê-lo, porque tudo levava a crer que era um treinador ganhador», disse.

No campo das modalidades, Godinho Lopes adiantou ter estabelecido um «acordo», com a Câmara Municipal de Odivelas, para um polo desportivo, para receber, nomeadamente, o andebol e o futsal do clube, isto enquanto o Sporting não avançar para a construção do seu pavilhão, em Lisboa.


© ÓrbitanewsSport 2011