P. Ferreira 1-1 Sp. Braga

Braga arredado do título

O Paços de Ferreira e o Sporting de Braga empataram hoje 1-1, no encontro que inaugurou a 27.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, disputado em Paços de Ferreira.

spb-pa

Vítor Silva deu vantagem ao Paços de Ferreira, aos 27 minutos, com um remate que fazia justiça à superioridade dos locais, mas Nuno Gomes, aos 80 minutos, beneficiando do facto de o Braga estar a jogar contra nove elementos, restabeleceu o resultado final de um jogo marcado pelo critério muito apertado de Duarte Gomes.

O Sporting de Braga estava obrigado a vencer em Paços de Ferreira para manter-se na luta pelo segundo lugar com o Benfica, que tem mais um ponto e recebe no sábado o Marítimo, e, ao mesmo tempo, pressionar o líder FC Porto, cinco pontos à frente e anfitrião no domingo do Beira-Mar.

No Paços de Ferreira, André Leão regressou ao "onze", após um jogo de suspensão, e ocupou a posição seis, "empurrando" Filipe Anunciação para o lado direito da defesa e relegando Nuno Santos para o banco de suplentes.

Vinicius foi o elemento escolhido para substituir o castigado Hugo Viana no Sporting de Braga, na única alteração na equipa inicial, mas não fez esquecer o internacional português, e, no espaço de sete minutos, acabou por ser expulso, por acumulação de cartões amarelos.

Ao Braga faltava quem pensasse o jogo e só as investidas do defesa Miguel Lopes conseguiam criar algum desequilíbrio, como aconteceu aos 16 minutos, após vencer a oposição de Luisinho, mas Mossoró, de cabeça, não deu a melhor sequência ao centro da direita.

spbr-pa

O Paços de Ferreira privilegiava o futebol curto e apoiado, com Michel a surgir numa posição mais recuada para lançar os colegas nas costas da defensiva contrária e, ao mesmo tempo, baralhar as marcações.

Os locais jogavam desinibidos e chegaram ao golo aos 27 minutos, por Vítor Silva, num remate em jeito e colocado à entrada da área, depois de uma primeira tentativa, aos 10 minutos, em que levou a bola ao ferro da baliza de Quim.

O Paços estava melhor e nas bancadas os adeptos sublinhavam o bom futebol com "olés", mas a expulsão de Caetano, aos 40 minutos, mais uma vez fruto de um critério apertado de Duarte Gomes, mudou o cariz do jogo.

spbra-pa

Esta ideia acentuou-se na segunda parte, sobretudo a partir da expulsão de Luisinho, aos 52 minutos, e com Leonardo Jardim, do lado bracarense, a jogar todos os trunfos, face a uma equipa solidária e que soube sofrer.

A insistência bracarense deu resultado aos 80 minutos, por Nuno Gomes, e podia ter sido ainda melhor, mas Alan, 10 minutos volvidos, falhou o golo com a baliza escancarada.

Com este empate, o Sporting de Braga igualou o Benfica no segundo lugar, com 59 pontos, mas os "encarnados" têm vantagem no confronto direto e ainda vão receber o Marítimo, e poderá ver o líder FC Porto, nesta altura com mais quatro pontos, dilatar a vantagem, quando receber no domingo o Beira-Mar.

O Paços de Ferreira, por sua vez, passou a somar 29 pontos e, com 10 acima da zona de despromoção, pode ter garantido a permanência. 


© ÓrbitanewsSport 2011