Feirense 1-2 Benfica

Benfica com melhor regateio na Feira

Encarnados ficam provisoriamente com cinco pontos de vantagem sobre o FC Porto, que só joga este domingo.

feir benf

O Benfica foi, este sábado, a Santa Maria da Feira vencer por 1-2 o Feirense, em jogo da 17.ª jornada da I Liga, disputado no Estádio Marcolino de Castro. Varela marcou os dois primeiros golos do desafio, um frente a Artur e outro ao seu guarda-redes Paulo Lopes, e Cardozo selou o marcador de grande penalidade.

Jorge Jesus decidiu apostar em Bruno César e Pablo Aimar no onze encarnado, deixando de fora Nolito e Gaitán e mantendo Rodrigo no ataque, isto face ao último encontro, na vitória por 3-1 sobre o Gil Vicente, em jogo da 16.ª jornada da I Liga.

A equipa da Luz encontrou, durante a primeira meia hora, enormes dificuldades em conseguir "fazer o seu jogo". Muito mérito da formação da casa, que foi dominando a posse de bola, anulando o meio-campo do Benfica.

Nos últimos 15 minutos da primeira parte, Rodrigo teve duas excelentes oportunidades para marcar. Na primeira, a bola passou muito perto da trave e, da segunda, valeu a intervenção do guarda-redes Paulo Lopes. Antes, aos 14 minutos, Diogo Cunha, do Feirense, tinha enviado uma bola à trave.

Ainda durante o primeiro tempo, os Diabos Vermelhos, claque de apoio ao Benfica, surgiram nos telhados de um dos prédios com vista para o Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira. Recorde-se que, na passada terça-feira, o grupo anunciou que iria faltar ao desafio em protesto face ao preço dos bilhetes. Ausentes nas bancadas do estádio mas presentes nos telhados.

feir benfi

A segunda parte começou da melhor forma para a equipa de Santa Maria da Feira com o golo de Varela. Aos 50 minutos, num pontapé de canto batido por Diogo Cunha, o defesa cabo-verdiano, também com nacionalidade portuguesa, cabeceou para o primeiro golo do desafio.

Varela voltou a estar em destaque quatro minutos depois, ao marcar outro golo, mas desta vez na própria baliza, dando o empate ao Benfica.

Já com Nolito e Gaitán em campo, para os lugares de Aimar e Bruno César respetivamente, o Benfica voltou a ameaçar por volta dos 65 minutos num cabeceamento de Gaitán com a bola a passar rente ao poste.

Aos 72 minutos de jogo deu-se o "lance-chave" do encontro que viria dar a vitória à formação lisboeta. O "omnipresente" Varela fez falta sobre Rodrigo na grande área e o árbitro assinalou grande penalidade que Cardozo converteu com sucesso.

Depois do segundo golo dos encarnados, e devido ao entusiasmo, uma das proteções das bancadas caiu, acabando por arrastar alguns adeptos encarnados. Os bombeiros foram chamados a intervirem, assim como as equipas médicas do Feirense e Benfica.

Já em tempo de desconto, Nolito podia ter feito o terceiro golo do Benfica depois de ter estado cara-a-cara com Paulo Lopes mas o guardião do Feirense fez uma defesa monumental.

Benfica soma mais uma vitória e fica provisoriamente a cinco pontos do FC Porto, segundo classificado, que só entra em jogo este domingo com o Gil Vicente em Barcelos.


© ÓrbitanewsSport 2011