Federação chumba

Federação chumba alargamento de clubes

FPF assume parte da dívida dos clubes ao Estado mas diz não à proposta de alargamento.

fedra--

A Federação Portuguesa de Futebol rejeitou, esta quinta-feira, a proposta votada na Liga de Clubes que pretendia, na prática, que nenhum clube das competições profissionais descesse de divisão na presente temporada.

Os clubes haviam aprovado, em assembleia-geral, o aumento para 18 clubes e a abolição das descidas na I Liga e na II Liga. Após uma reunião de direção, a FPF decidiu chumbar a proposta da Liga de Clubes. Após a reunião de hora e meia, Fernando Gomes comunicou a decisão: «A Federação Portuguesa de Futebol diz não, de forma responsável, ponderada e convicta, à proposta votada na Liga de Clubes e que pretendia que, na prática, nenhum clube das competições profissionais descesse de divisão na presente época desportiva».

Em relação às dívidas dos clubes ao Estado relativas ao chamado Totonegócio, a FPF decidiu assumir parte das mesmas. A direção federativa vai pagar a dívida dos clubes ao Estado correspondente ao segundo período de avaliação, que se iniciou no mês de abril de 2004 e terminou no mês de dezembro de 2010, cujo montante ascende a 13 milhões de euros.


© ÓrbitanewsSport 2011