FC Porto

FC Porto pode ser campeão...no sofá

Duas grandes penalidades marcadas por Hulk deram a vitória

fcpor

O FC Porto venceu este sábado o Marítimo, nos Barreiros, por 2-0, com dois golos de grande penalidade de Hulk, em encontro da 28ª jornada da Liga.

Se o Benfica não vencer este domingo em Vila do Conde, o FC Porto sagra-se bicampeão nacional, já que neste momento são sete os pontos de distância e em disputa ficam apenas seis.

A primeira parte teve mais FC Porto e nem foi preciso aos dragões imprimirem muito ‘fogo’ ao jogo. Antes do golo azul e branco, já Moutinho (7 minutos) e o próprio Hulk (8’) tinham dado sinal.

Com os portistas mais no meio campo insular, o tento acabaria por surgir de grande penalidade. Fidélis salta para tirar uma bola após canto, mas mete a mão. Paulo Batista não hesitou e Hulk foi chamado a converter. Salin ainda adivinhou o lado, mas chegou tarde.

Depois do golo, o Marítimo tentou tomar conta do jogo e chegar ao golo do empate, mas sem sucesso, já que não houve nenhum lance digno de perigo para a baliza de Helton.

Chegada a segunda parte, o Marítimo parecia mais acordado. Obrigou Helton a esticar-se em algumas situações (52’) e viu Benachour, aos 70’, deferir um potente remate.

Mas um pouco contra a corrente do jogo, Rafael Miranda fez falta na grande área e nova grande penalidade. Desta vez sobre Djalma. Miranda foi expulso, por acumulação de amarelos, e Hulk, chamado de novo, a marcar, fez o 2-0. Antes disso, já Lucho teve a melhor ocasião para marcar, mas perante Salin atirou por cima.

O FC Porto pode hoje festejar mais um título.


© ÓrbitanewsSport 2011