FC Porto 3-1 V. Guimarães

Vitória só no Porto


É o clube minhoto que ostenta o nome de Vitória mas esse ficou, este domingo, na cidade do Porto.


porto 2

O FC Porto venceu o Vitória de Guimarães por 3-1, em jogo da 16.ª jornada da I Liga, que se disputou no Estádio do Dragão. Rolando, Moutinho e James marcaram os golos portistas. Depois do triunfo na primeira volta por 1-0, o FC Porto voltou a impor-se perante a formação de Guimarães.

Para este desafio, e depois de algumas novidades no "onze" do último desafio da Taça da Liga, onde o FC Porto venceu o Estoril por 1-0, Vítor Pereira optou por colocar Maicon no lado direito da defesa, deixando o reforço de inverno Danilo no banco de suplentes.

Nos primeiros minutos do encontro no Estádio do Dragão, o FC Porto apresentou-se com um futebol de qualidade, pressionando bastante a equipa adversária.

Aos 19 minuto de jogo, o defesa Rolando mostrou aos avançados da equipa como se marca um bom golo. Num passe de James, o defesa português dominou a bola com o peito e rematou para o primeiro golo dos azuis e brancos.

Dez minutos depois, Paulo Sérgio tinha tudo para empatar mas pela frente encontrou um "Super-Rolando" que travou o remate, depois de o avançado português ter tirado da frente os defesas Alvaro Pereira e Otamendi.

A segunda parte começou com o FC Porto a marcar o segundo no Estádio do Dragão. Desta vez foi a vez do médio João Moutinho, após passe do brasileiro Kléber.

Depois de Toscano ter tentado por duas vezes, Faouzi só precisou de um minuto em campo para marcar o golo vimaranense. Helton não conseguiu segurar a bola num remate de Toscano e, na recarga, o marroquino cabeceou para o fundo das redes.

Aos 66 minutos, os Dragões não marcaram o terceiro mas os cerca de 35 mil adeptos aplaudiram a entrada em campo de Danilo com a mesma intensidade de uma celebração de golo.

A equipa orientada por Vítor Pereira mostrou-se, ao longo do encontro, indignada com arbitragem de Hugo Miguel devido à ausência de marcação de faltas mas, ao minuto 75, o árbitro da AF de Lisboa cedeu e marcou uma grande penalidade a favor do FC Porto. Toscano fez falta sobre James dentro da grande área e foi o próprio extremo colombiano o encarregado de converter. James não falhou.

O FC Porto amealha mais três pontosno primeiro encontro da segunda volta e fica à espera do que fará o líder Benfica mais daqui a pouco contra o Gil Vicente.


© ÓrbitanewsSport 2011