FC Porto 2-0 Rio Ave

Talento de James mantém perseguição ao Benfica


Azuis e brancos terminam a primeira volta do campeonato português em segundo lugar, a dois pontos do líder Benfica.


porto ra

O FC Porto recebeu e venceu, este sábado, o Rio Ave por 2-0, com golos de James (42' e 80'), em encontro da 15.ª jornada da I Liga.

Os Dragões entraram, este sábado, em campo no Estádio do Dragão sabendo que o Benfica tinha vencido o Vitória de Setúbal por 4-1, também em jogo da 15.ª jornada da I Liga, aumentanto assim para cinco pontos de distância dos Dragões.

Sem Moutinho e Djalma, o primeiro a cumprir castigo e o segundo ao serviço da seleção angolana, Vítor Pereira apostou no belga Defour para o meio-campo e em James Rodríguez, que viria a ser a estrela do encontro, para o ataque.

Na primeira parte, o FC Porto tomou conta do jogo mas pecou pela falta de eficácia na finalização e alguma "dependência" de Hulk para fazer os golos dos azuis e brancos. A formação de Vila do Conde contou apenas com um lance perigoso à baliza de Helton mas o guardião do FC Porto mostrou-se à altura.

porto r-a

O Incrível saiu lesionado do encontro depois de uma jogada de insistência ao minuto 26. O avançado brasileiro ainda regressou ao relvado mas acabou por abandonar o jogo quando o relógio mostrava 30 minutos de jogo. Kléber foi o escolhido para o substituir.

O primeiro golo do FC Porto surgiu ao minuto 42, após bom trabalho individual de James pela direita, acabando por rematar rasteiro, fora do alcance de Huanderson.

Na segunda parte, o FC Porto entrou forte, com várias oportunidades para dilatar a vantagem mas o golo chegaria mais tarde pelo talento de James.

Destaque para a entrada do jovem argentino Iturbe para o lugar de Fernando Belluschi, que chegou a ver um cartão amarelo.

Depois de alguns jogos sem inspiração, James Rodriguez voltou a mostrar serviço na noite chuvosa na cidade do Porto. Perto do minuto 80, o extremo colombiano bisou na partida, selando o marcador.


© ÓrbitanewsSport 2011