Carlos Barbosa

Carlos Barbosa sai da vice-presidência do Sporting


carlos barbosa---

Godinho Lopes estava descontente com a sua actuação

O Conselho Directivo do Sporting confirmou na quarta-feira, através de um comunicado no site oficial, a demissão por "motivos profissionais" do vice-presidente da área comercial, Carlos Barbosa, apresentada ao presidente da Mesa da Assembleia Geral, Eduardo Barroso.

 "Por motivos profissionais, e tendo concluído a reorganização da área comercial do clube, Carlos Barbosa apresentou esta quarta-feira a sua demissão da estrutura dirigente do Sporting Clube de Portugal ao presidente da Mesa da Assembleia Geral", pode ler-se no comunicado.

No mesmo texto, é referido que o presidente do Conselho Diretivo [Godinho Lopes] compreende e aceita as razões invocadas e agradece publicamente o seu empenho e dedicação à causa sportinguista.

Carlos Barbosa foi um dos trunfos eleitorais apresentados por Godinho Lopes na sua lista de candidatura à presidência do Sporting, cujas eleições, realizadas a 26 de Março de 2011, venceu por cerca de 300 votos de vantagem sobre a lista encabeçada por Bruno de Carvalho.

Uma fonte da direcção do Sporting disse à Lusa que este pedido de demissão surge depois de o presidente, Godinho Lopes, lhe manifestar insatisfação pela forma como geria o departamento.

"Houve na terça-feira uma conversa entre Godinho Lopes e Carlos Barbosa que precipitou a demissão deste", disse a mesma fonte, segundo a qual essa insatisfação do presidente "não é de agora, já vem de algum tempo".

De acordo com a mesma fonte, nessa conversa, Godinho Lopes deu conta a Carlos Barbosa do seu descontentamento pela acção desenvolvida à frente da área da Comunicação e do Marketing, considerando-a "insuficiente e aquém das expectativas que a sua integração na equipa directiva gerou", até pela sua "experiência e provas dadas à frente do Automóvel Clube de Portugal".

Um dos pontos de insatisfação de Godinho Lopes prende-se, segundo a mesma fonte, com os "fracos resultados" alcançados nessa área e com o facto de Carlos Barbosa "delegar excessivamente noutras pessoas, quer do seu pelouro quer fora deste".


© ÓrbitanewsSport 2011