Benfica 4-1 V. Setúbal

Benfica é 'campeão' da primeira volta

Os encarnados terminam a primeira volta com 12 vitórias e três empates. Encarnados estiveram a perder, mas deram a volta.


benfica setu

O Benfica mantém a liderança da primeira Liga depois desta noite ter vencido o Vitória de Setúbal, por 4-1, em jogo da 15ª jornada, que encerrou a primeira volta.

Os encarnados ainda tremeram, já que foi o Vitória a marcar primeiro. Mas Nolito, Cardozo, por duas vezes, e Matic não perderam a possibilidade de fechar a primeira volta como ‘campeões’. Mesmo que vença, o FC Porto os dois pontos de desvantagem.

O jogo não terminaria com 22 jogadores, já que aos 84 minutos, Cardozo viu o segundo amarelo, já que Hélder Malheiro entendeu que o paraguaio simulou grande penalidade.

A primeira foi intensa, com o Vitória de Setúbal a jogar ‘olhos nos olhos’ com o Benfica. Os encarnados foram os primeiros a ameaçar, logo no primeiro minuto de jogo por Rodrigo. O espanhol perdeu muito tempo nas fintas, já na grande área, e seria Igor a impedir o remate.

Contra a corrente do jogo, acabou por ser a equipa sadina a adiantar-se no marcador. Luisão fez um mau alívio, a bola sobrou para Neca que à entrada da área rematou forte. Para sorte do Vitória e azar do Benfica, a bola bateu em Luisão, desviou e enganou Artur.

Aos 16’, Cardozo viu Diego voar para defender uma bola que tinha destino certo e só aos 25’ o Benfica chegava à igualdade. Na esquerda,  Nolito foi servido de forma exemplar por Witsel, e rematou ao segundo poste, não dando hipóteses a Diego.

Do lado contrário, e porque o jogo continuava aberto, Neca enviou uma bola ao poste, aos 32’, porém seria novamente na baliza de Diego que as redes iam abanar. Cardozo (33’) fez o golo da reviravolta. 

O Benfica estava a conseguir impor o seu jogo e, aos 42’, Rodrigo viu de novo Diego a brilhar. O espanhol rematou de fora da área, a bola ainda bateu num defesa sadino. Por isso, não foi de estranhar que os encarnados aumentassem a vantagem. Rodrigo não marca, dá a marcar. Tacuara recebeu do camisola 19, desenvencilhou-se bem de três jogadores do Vitória e fez o 3-1, que o colocam na liderança da lista de melhores marcadores, com 11 golos.

Na segunda parte, foram os encarnados a manter a toada do jogo e chegaram mesmo a aumentar a vantagem. Matic, aos 71’, deu o melhor seguimento a um canto cobrado na direita. Na jogada que deu origem ao golo, foi Maxi Pereira a brilhar. O uruguaio, já sem ângulo, tentou a trivela, a bola passou por Diego e Rodrigo não chegou à bola por muito pouco.

O Vitória de Setúbal por duas vezes poderia ter reduzido. Aos 75’, Tengarrinha aproveitou uma desatenção da defensiva encarnada, acabando por atirar por cima e depois foi Pitbull, na esquerda, a tentar o remate em arco, com a bola a passar muito perto do poste de Artur.

Com o resultado fechado, o jogo ainda teve tempo para uma expulsão. Aos 84’, Cardozo isolou-se, caiu na grande área e o árbitro entendeu que o paraguaio simulou a falta.


© ÓrbitanewsSport 2011