Árbitos

Árbitros ameaçam parar jornada do Sporting-Benfica

Presidente da Federação Portuguesa de Futebol apela à contenção verbal de dirigentes, treinadores e jogadores.

arbito amar

Os árbitros vão apitar na próxima jornada, mas ameaçam fazer greve na seguinte se continuarem as críticas à sua "honra, dignidade e honorabilidade", disse esta terça-feira o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Fernando Gomes falava em conferência de imprensa realizada no final de uma reunião com vários árbitros internacionais e com uma delegação da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF).

Questionado pelos jornalistas, Fernando Gomes revelou que os árbitros lhe transmitiram que se continuarem a ser acusados de errar devido a "má-fé" e de forma propositada, vão parar na jornada 26 do campeonato, para a qual estão marcados os “escaldantes” Sporting-Benfica e Braga-FC Porto.

Perante o ultimato dos juízes, o presidente da FPF lançou um apelo a dirigentes, treinadores e jogadores: “Tenham muita contenção, critiquem o que tiverem a criticar do ponto de vista técnico, mas não ponham em causa a honorabilidade e a dignidade dos árbitros”.

"Todos tomamos decisões que, por vezes, não são as mais correctas, mas não as tomamos de forma premeditada. E isso também acontece com o árbitros - não é sua intenção errar", sublinhou.

Fernando Gomes considera que a paragem dos campeonatos não é boa para ninguém e que os árbitros foram sensíveis aos argumentos apresentados pela Federação.

Nesta conferência de imprensa, o dirigente manifestou a intenção de ratificar o regulamento de disciplina aprovado no ano passado, que prevê castigos para quem fizer declarações sobre arbitragem antes dos jogos.

Segundo Fernando Gomes, o regulamento poderá ser ratificado em Abril e entrar em vigor em Junho, se a assembleia geral da Federação assim o decidir.


© ÓrbitanewsSport 2011