Portuguese Surf Film Festival

Ericeira acolhe primeiro festival português de cinema alusivo ao surf


tiago pires surf

A Ericeira, a única reserva mundial de surf da Europa, recebe o primeiro festival de cinema do país dedicado ao surf, o Portuguese Surf Film Festival, entre 06 e 08 de julho deste ano, revelou a organização. 

"Consideramos que este festival era uma lacuna a nível nacional e justifica-se dada a importância que o surf tem no país e o peso que o surf tem na economia local", disse à Agência Lusa a diretora do festival, Susana Andrade. 

A ideia surgiu ainda antes de a empresa de produção de filmes onde trabalha e que está localizada no concelho de Mafra (Mind Act) ter ganhado o primeiro prémio num festival congénere em Inglaterra, o British Surf Film Festival.

O festival tem como objetivo promover a única reserva mundial de surf da Europa, a cultura do surf e a realização de filmes sobre desportos aquáticos e sobre o impacto que têm no estilo de vida. 

Repartido entre a exibição de filmes e a realização de conferências e de exposições, o evento vai abordar a temática da sustentabilidade. 

"Queremos promover a discussão sobre a forma como está a evoluir a indústria do surf, o surf enquanto prática desportiva saudável e de como o surf se pode tornar num projeto educacional, incutindo conceitos ambientais como a necessidade de manter as praias limpas", explicou. 

O evento vai dar a conhecer aos visitantes filmes independentes de todo o mundo, desde curtas e longas-metragens e documentários, sendo o último dia dedicado por inteiro às produções nacionais, com a atribuição de um prémio ao melhor filme português. 

No início de fevereiro, a organização vai abrir candidaturas para os filmes temáticos que vão estar a concurso durante o festival. 

Pedro Martins de Lima, considerado o surfista mais antigo do país, atualmente com 81 anos, vai ser o presidente honorário do evento e vai também integrar um filme sobre sustentabilidade, que inaugurará o festival. 

Em fevereiro de 2011, a Ericeira tornou-se na primeira reserva mundial de surf da Europa, atribuída pela organização internacional Save the Waves, pela variedade de ondas existentes e por ser uma das primeiras praias onde o desporto se começou a desenvolver no país. 

A reserva abrange a faixa costeira entre as praias da Empa e de São Lourenço, reunindo sete ondas de classe mundial. 



© ÓrbitanewsSport 2011