Judo

Telma Monteiro de prata


Telma Monteiro, que há um ano tinha precisamente derrotado Matsumoto no Masters de 2011, em Baku, no Azerbaijão, perdeu pela pontuação máxima, ippon, decorridos que estavam 3.55 minutos de combate.


telma monteiro

A judoca Telma Monteiro conquistou este sábado a medalha de prata no Masters de Almaty, no Cazaquistão, ao perder na final com a japonesa Kaori Matsumoto, a incontestável líder Mundial na categoria de -57kg.

Telma Monteiro, que há um ano tinha precisamente derrotado Matsumoto no Masters de 2011, em Baku, no Azerbaijão, perdeu pela pontuação máxima, ippon, decorridos que estavam 3.55 minutos de combate.

Desta vez, a melhor judoca portuguesa de sempre não conseguiu repetir o feito frente a uma “rival” que é considerada a melhor do Mundo na categoria e a quem Telma Monteiro apenas conseguiu vencer por duas vezes (em Baku, em 2011, e no Grande Prémio de Hamburgo, em 2009).

Nas oito vezes que as duas judocas se enfrentaram a estatística é claramente favorável à japonesa, com seis triunfos, três dos quais em finais e uma delas nos Mundiais do Rio de Janeiro, em 2010.

Telma Monteiro, que para chegar à final bateu a segunda judoca do “ranking” mundial e campeã do mundo em título (em Paris no último ano), a também japonesa Aiko Sato (por ippon), conseguiu somar mais 240 pontos para a qualificação olímpica.

A portuguesa deverá, no entanto, manter o terceiro lugar no “ranking” Mundial, atrás de Kaori Matsumoto (1.ª) e de Aiko Sato (2.ª), mas pontualmente mais próxima da segunda posição.

O regresso de Telma Monteiro a Lisboa está previsto, segundo a assessoria de imprensa da judoca, para domingo, às 11h30.

Depois de um ano de 2011 em que competiu pouco devido a lesões, Telma Monteiro procura agora os melhores pontos possíveis no apuramento olímpico para Londres2012 e em fevereiro a judoca estará em ação no Grand Slam de Paris.

Hoje, em Almaty, no “tatami” do Palácio dos Desportos de Alamty esteve também a portuguesa Joana Ramos (nos -52 kg), 12.ª do “ranking” Mundial, que perdeu no primeiro combate, com a belga Ilse Heylen, por ippon, após 02.21 minutos.


© ÓrbitanewsSport 2011