Carlos Sousa

Carlos Sousa (Great Wall) o melhor dos portugueses na primeira etapa

dakkar part

A edição do “Dakar – 2012” arrancou em Mar del Plata, com Carlos Sousa (Great Wall Haval) a ser o melhor dos pilotos portugueses nos 57 km do primeiro Sector Selectivo.

Nos automóveis, o russo Leonid Novitskiy (Mini All4 Racing) foi o mais rápido da equipa, impondo-se ao polaco Krzyaztof Holowczyc e ao francês Stéphane Peterhansel, com o sul-africano Giniel de Villiers (Toyota Pick Up Hilux) a ser o melhor dos outros.

Carlos Sousa foi, ainda, suplantado, pelo norte-americano Robby Gordon (Hummer H3) que bateu o português por três segundos.

Ricardo Leal dos Santos (Mini All4 Racing) fechou o lote dos 10 mais rápidos, o que o coloca em boa posição para secundar o francês, se este necessitar, com Francisco Pita (SMG) a terminar o primeiro dia em 118.º.

Para Ricardo Leal dos Santos, «o resultado está dentro daquilo que era o nosso objectivo para o primeiro dia, já que era uma especial curta, que deu para retomar o contacto com o carro e o peso extra que transportamos e se tivéssemos posto uma pressão um pouco mais baixa nos pneus, poderia ter feito melhor».

Nas motos, o chileno Francisco Lopez (Yamaha) é o primeiro comandante da prova, à frente do espanhol Marc Coma (KTM) e do argentino Javier Pizzolito (Honda).

Dos portugueses, Ruben Faria (KTM) foi o mais rápido ao terminar o Sector Selectivo em oitavo, enquanto Hélder Rodrigues (Yamaha) averbou o 15.º tempo, o que coloca em boa posição para a etapa de amanhã, caso a especial não tenha muito pó.

Mas as coisas não começaram bem para o campeão do mundo de todo-o-terreno, «pois a moto não pegou no parque fechado e tive de a levar à mão, até à partida. Depois desligámos a parte eléctrica do “road-book” e agora, quando chegar, é que vamos ver qual é o problema. Por isso tentei concentrar-me e perder o menos tempo possível».

Paulo Gonçalves (Husqvarna) classificou-se logo a seguir a Hélder Rodrigues, enquanto Pedro Bianchi Prata (Husqvarna) foi 56.º na etapa de abertura.

Amanhã, a etapa vai levar a caravana de Santa Rosa de la Pampa a San Rafael, por um trajecto de 781 km, dos quais 295 integram o sector selectivo, que começa por ser rápido, para passar depois para uma zona de dunas, em Nihuil, onde a areia é cinzenta como consequência da intensa actividade vulcânica que a região teve no passado.

CLASSIFICAÇÕES

SECTOR SELECTIVO (57 km)

AUTOMÓVEIS – 1.º, Leonid Novitskiy/Andreas Schulz (Mini All4 Racing), 32.12; 2.º, Krzysztof Holowczyc/Jean Marc Fontin (Mini All4 Racing), a 5 s.; 3.º, Stéphane Peterhansel/Jean Paul Cottrel (Mini All4 Racing), a 9 s.; 4.º, Giniel de Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Toyota Pick Up Hilux), a 15 s.; 5.º, Robby Gordon/Johnny Campbell (Hummer H3), a 49 s.; 6.º, CARLOS SOUSA/Jean Pierre Garcin (Great Wall Haval), a 52 s.; 7.º, Christian Lavieille/Jean Michel Polato (Dessoude Proto 011), a 1.00; 8.º, Bernhard Ten Brinke/Matthieu Baumel (Mitsubishi Racing Lancer MRP10), a 1.20; 9.º, Orlando Terranova/Andy Grider (Toyota Pick Up Hilux), a 1.56; 10.º, RICARDO LEAL DOS SANTOS/PAULO FIUZA (Mini All4 Racing), a 2.13; …; 118.º, FRANCISCO PITA/HUMBERTO GONÇALVES (SMG), a 43.52.

MOTOS – 1.º, Francisco Lopez (Aprilia), 32.37; 2.º, Marc Coma KTM), a 14 s.; 3.º, Javier Pizzoliito (Honda), a 27 s.; 4.º, Alexis Quinn (Honda), a 30 s.; 5.º, Jakub Przygonski (KTM), a 49 s.; 6.º, Joan Barreda (Husqvarna), a 57 s.; 7.º, Sam Sunderland (Honda), a 1.05; 8.º, RUBEN FARIA (KTM), a 1.18; 9.º, David Casteau (Yamaha), a 1.26; 10.º, Johan Street (Yamaha), a 1.30; …; 15.º, HÉLDER RODRIGUES (Yamaha), a 1.51; 16.º, PAULO GONÇALVES (Husqvarna), a 1.57; …; 56.º, PEDRO BIANCHI PRATA (Husqvarna), a 7.46.

~PAGEID~0510812054784BAD9893
© ÓrbitanewsSport 2011