Mali

Mali nas meias-finais


Zâmbia e Costa do Marfim apuraram-se este sábado.


Seydou Keita marcou o pénalti decisivo que permitiu ao Mali eliminar o Gabão, em jogo dos quartos-de-final do CAN´2012.

mali

Depois de um empate a uma bola no tempo regulamentar e de não ter havido golos no prolongamento, o Mali foi mais forte psicologicamente e converteu as cinco grandes penalidades. Do lado do Gabão falhou a estrela da equipa, Pierre Aubameyang.


O Gabão, a jogar em casa perante o seu público e com o Presidente nas bancadas, entrou forte no jogo, a criar muito perigo junto da baliza do Mali, principalmente pela ala direita, onde Mouloungui esteve em bom plano.

Aubameyang, estrela das Panteras, poderia ter aberto o marcador perto da meia hora de jogo. O avançado saiu de posição regular e rematou em vólei mas o seu remate bateu na trave.

Ao intervalo, apesar da pressão gabonesa, o resultado mantinha-se inalterado. O Gabão voltou a entrar forte no segundo tempo e chegou a vantagem à passagem do minuto 55. Aubameyang entrou pelo lado direito, cruzou atrasado para Mouloungui atirar para o fundo da baliza do guardião Diakité.

O Mali poderia ter empatado no minuto seguinte mas Maiga viu o seu remate a ser defendido pelo guarda-redes Ovono.

O jogo estava vivo, com o perigo a rondas as duas balizas. Daniel Cousin teve nos pés o segundo golo mas o avançado do Gabão atirou ao poste.

O Mali, a perder, teve de aumentar o ritmo no ataque, à procura do empate, conseguido à seis minutos do fim por Diabaté. O avançado que tinha entrado para o lugar de Samba Sow, rematou já dentro da grande área, por baixo do corpo de Ovono e fez o empate.

No prolongamento as duas equipas continuaram a jogar um futebol aberto, sempre à procura do golo, que poderia ter chegado para o lado maliano mas Seydou Keita, no último minuto, rematou por cima, após um desvio de um colega na área gabonesa.

Na lotaria das grandes penalidades, Aubameyang foi o único a ver o seu remate (denunciado) defendido por Diakité.

No CAN´1996, o Gabão também tinha sido eliminado nos quartos-de-final no desempate por penalties, na altura pela Tunísia.

O Gabão não teve a sorte do seu lado. Atirou duas bolas ao poste, foi sempre mais pressionante mas nas grandes penalidades foram as Águia a levarem vantagem sobre as Panteras.

Nas meias-finais o Mali vai defrontar a Costa do Marfim que eliminou a Guiné Equatorial.


© ÓrbitanewsSport 2011